Blog_baristo_café-mundo

Cafés ao redor do mundo

72 Flares Twitter 0 Facebook 72 Email -- Google+ 0 72 Flares ×

Você vai viajar e não quer abrir mão de um #momentobaristo? Então este post é para você! Selecionamos alguns tipos de café que você não pode deixar de experimentar nas suas viagens. Confira:

Café Irlandês

A bebida irlandesa consiste no café preparado normalmente ou com o uso de uma presa francesa ao qual é adicionado uísque e açúcar, que ajuda o creme a não se misturar ao líquido. O chantilly é adicionado no topo de forma que fiquem duas fases distintas, lembrando a aparência de um copo de cerveja. O café irlandês foi inventado na década de 1940 pelo chef do porto de Foynes Joseph Sheridan, que o servia para aquecer os passageiros dos flying boats.

Café turco

O café turco, além de perfumado e com uma estrutura bem encorpada, possui um lado místico que muitos de nós ao menos já ouviram falar: a leitura da borra do café. Como o café não é coado, sempre resta um pouco de pó no fundo da xícara, através do qual o futuro é revelado. Esta arte, chamada cafeomancia, exige muita sensibilidade para a interpretação das figuras (saiba mais aqui). A bebida é preparada em uma pequena panela conhecida como Ibriq ou Ibrik, onde o fino pó de café é colocado junto à especiarias e água. A mistura é fervida e descansa por alguns minutos antes de ser novamente fervida e servida em pequenas xícaras chamadas fincan. Depois que o café é bebido, coloca-se um pires em cima da xícara, a qual é virada com um movimento rápido. A figura que se forma revela a sina da pessoa que o bebeu.

Café etíope

Embora a Europa tenha difundido o consumo do café pelo mundo, a sua origem é africana – da Etiópia, mais precisamente. No país o café é digno de uma cerimônia especial para o seu preparo, feita principalmente em ocasiões especiais e para a recepção de amigos, mas também faz parte da rotina dos etíopes. O processo consiste basicamente em três etapas: a lavagem do grão verde, a torra e o preparo para servir. A torra é feita em um processo artesanal, com um fogo feito com pedaços de lenha. Depois de lavados, os grãos são colocados em uma panela na brasa quente e são mexidos sem parar até que cheguem no ponto desejado. O cheiro dos grãos torrando já propicia uma experiência sensorial única, que se mistura com os incensos e folhas verdes usadas no ritual. Depois de torrado, o café é moído em um pilão e o pó é colocado com água quente em uma garrafa que já faz sua filtragem. O café é então servido diretamente nas xícaras.

Café italiano

Não podíamos deixar de falar do café italiano. Ainda que não tenham inventado o feitio da bebida, eles aperfeiçoaram o processo a ponto de ser considerado um dos melhores cafés do mundo. Ao pensar em café, o expresso é um dos primeiros que nos vem à mente, certo? Pois este é apenas um tipo dentre a grande variedade de bebidas que a paixão italiana pelo grão permitiu inventar. Conheça mais sobre diferentes estilos de café aqui.

 

Faltou algum café na nossa lista? Escreva para a gente nos comentários! 😉

BANNERS-600