img-02

6 dicas para deixar o seu cliente mais a vontade para gastar

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Email -- Google+ 0 0 Flares ×

A primeira coisa que uma pessoa deseja ao entrar em uma lanchonete ou cafeteria é saciar a sua fome enquanto degusta um bom café. Mais do que isso, ela deseja desfrutar de um ambiente aconchegante. Pensando nisso, o comerciante deve se atentar a maneiras simples de fazer o cliente consumir mais sem se sentir pressionado para isso.

As seis dicas que serão apresentadas abaixo são oriundas de estudos e técnicas modernas de psicologia e atendimento humano, focadas ao segmento de gastronomia. E são ideias simples, que aliadas a um bom atendimento, com certeza irão dar um melhor retorno financeiro ao seu empreendimento.

1- Ofereça porções diferentes para os mesmos lanches
O cliente geralmente não sabe qual a quantidade da menor porção que a casa oferece, mas geralmente opta por essa. Ele assume que o preço mais atraente será sempre o menor. O que eles não sabem é que as lanchonetes tem como objetivo vender justamente a menor porção. A casa simplesmente dá essa opção para oferecer ao consumidor um comparativo. Esta estratégia de venda chama-se bracketing (algo como “escalonamento”).

2 – Descrever a comida aumenta o número de vendas
Saber descrever melhor o seu alimento traz melhores resultados. Você o pode até fazê-lo de maneira levemente romântica. Sem fugir do bom senso saiba utilizar na composição de seu cardápio termos como, por exemplo, sabor frutado, textura delicada e suave. Isso pode gerar um aumento de até 27% segundo um estudo da Universidade de Illinois, dos Estados Unidos, do que se fossem apenas descrições comuns.
Os especialistas do setor afirmam que esse tipo de cardápio traz o máximo de sensação no consumidor, aumentando as chances dele se sentir satisfeito após o consumo.

3 – Evite cifrões
Os comerciantes mais experientes evitam ao máximo colocar o símbolo monetário dentro de seu menu. Porque automaticamente remete ao consumidor a ideia de custo, algo não desejado para quem buscar saborear um bom café. Estudos indicam que mesmo valores por extenso (ao invés de utilizar números) como “vinte reais” não desencadeiam sensações negativas nos clientes, associadas ao pagamento.

4. Dê uma sensação familiar
Nomes que remetem a estabelecimentos familiares são sempre mais atrativos as pessoas. Como, por exemplo, Café da Nonna, podem gerar uma melhor atração para eles. Porque ascendem uma sensação de nostalgia, sobretudo nas pessoas da melhor idade, que são geralmente são os que gastam mais.

5 – Evite usar números fracionados
As pessoas entendem que preços que terminam em 9, como por exemplo R$ 4,99 significam um melhor preço, mas não qualidade. Assim como um valor final de 50 centavos soa melhor que valores mais quebrados. Contudo, a maioria das cantinas sempre optam para deixar os preços mais “limpos”, ou sejam, evitam os centavos para dar uma ideia mais simples e direta ao ponto.

6. Uso da música na ambientação
Tocar música clássica em lugares onde as pessoas se alimentam incentiva os clientes a gastarem mais. É o que afirma um centro de psicologia da Universidade de Leicester, no Reino Unido. Talvez por que o faça os sentirem mais ricos. Em contraponto quando tocadas músicas menos sofisticadas há uma redução de até 10% a menos nas compras dos seus clientes, segundo a mesma pesquisa.